ACESSO À PÁGINA DE ENTRADA DO SITE! Brasil... Meu Brasil brasileiro... NPD Sempre com você... QUE DEUS NOS ABENÇOE!
ESPECIALIDADE EM FAZER AMIGOS
AME SUA PÁTRIA!
Voltar para Home Contato Mapa do Site Volta página anterior Avança uma página Encerra Visita

NADA PODE DETER O BRASIL, O BRASIL SOMOS NÓS!

 
Guia de Compras e Serviços

COM MEUS BOTÕES...

Faça sua busca na Internet aqui no NPDBRASIL
Pesquisa personalizada

Criação e colaboração do Diácono José da Cruz - Votorantim-SP - Diálogos do sonhador - O Dreamer - com o velho e sábio botão - O Marechal.

Índice desta página:
. PASTOR CRITERIOSO
. PESADELO
. BALÃO (Homenagem a Papa João Paulo II)
. RESSURREIÇÃO
. ERVAS DANINHAS


PASTOR CRITERIOSO

Acabei de ler no jornal matéria sobre o vereador, que é pastor de uma Igreja, e que promoveu em sua comunidade um concurso para escolher alguém que irá trabalhar na câmara como seu assessor.
___Veja Marechal, acho que o pastor deveria fazer como todos os outros vereadores fazem, e escolher alguém da sua confiança, para ser seu assessor na câmara.

O Velho Botão leu a matéria e ajeitando os óculos que lhe caiam na ponta do nariz, comentou muito seguro:
___Mas ele está fazendo isso!

___Não está não! Ele realizou um concurso entre os membros da sua igreja, e com isso perdeu a oportunidade de retribuir a alguém, que o ajudou a eleger-se, coisa comum na nossa política, onde sempre prevalece aquele ditado “uma mão lava a outra”.

Marechal teve um daqueles acessos de tosse, mas depois retomou a conversa:
___Mas esse não é um bom critério, não se coloca alguém em um cargo público, no Legislativo ou Executivo, para agradar ou retribuir um favor recebido, deve-se avaliar acima de tudo a capacidade da pessoa, para desempenhar a função. O critério que você citou, favorece o nepotismo.

___Mas Marechal, no fundo é a mesma coisa, ele está ajudando alguém que o elegeu, isso não é uma retribuição?

Marechal permaneceu em silêncio, dando-me a falsa impressão de que meu argumento fora mais convincente, mas mais tarde, quando já me preparava para dormir, ele retornou ao assunto:

___Esse pastor mostra, que a relação com a sua base eleitoral, se fundamenta na confiança mútua, e dessa escolha democrática e criteriosa, entre os membros da sua igreja, organizado por avaliadores capacitados, ele terá um assessor, provido com a devida competência e dignidade que o cargo requer, além de gozar da sua inteira confiança!- Finalizou Marechal.

O Dreamer


PESADELO

Olho pela janela a manhã cinzenta. Cadê as árvores, cadê o riacho? Acabamos de ter mais uma chuva de ácido e a sirene de emergência tocou pela terceira vez esta manhã, alertando-nos para não sair de casa porque nova chuva está prevista antes do Meio Dia.

___ Marechal, nunca pensei que fosse ter saudades do córrego Cubatão e do arvoredo que tinha em sua margem. A quota diária de água para beber por pessoa é só meio copo, que sorte a sua, que não depende de água para viver! Tenho um grave problema renal, acho que estou no fim...

O Velho Botão, sentado na beira do bolso da camisa, olhou para mim e desabafou:
___ Eu não sou gente, mas a destruição do planeta também me atinge, por causa do efeito estufa e do intenso calor, acho que estou derretendo! A vida na terra está por pouco...

___Pois é Marechal, a vida na terra virou um inferno, nunca imaginei que fosse sentir saudades do chuveiro, fazemos a higiene com esse papel hidratado, a pele vai se ressecando. Há jovens de vinte anos com aparência de oitenta, no cemitério eles não vencem fazer os sepultamentos e os cadáveres são empilhados num canto, aguardando a vez.

___Ninguém levou a sério o alerta do início dos anos 2000, para não desperdiçar água, a Itupararanga secou, o rio Sorocaba virou uma estrada de areia, a Cachoeira da Chave só existe no quadro do museu e água virou preciosidade, para obtê-la rouba-se e mata-se—disse o Botão.

___Infelizmente você tem razão, o quadro é desolador, não há mais florestas, a nossa Amazônia virou um deserto, e as poucas reservas aqüíferas do planeta, são guardadas pelo exército. Está na hora do almoço, ai que saudades do arroz, feijão, bife, ovo, verdura, macarrão, agora é só essa droga de alimentação sintética! E tem ainda essa roupa plástica descartável, que gruda na pele da gente. Eu quero morrer! Eu quero morrer! – comecei a gritar com a boca e a garganta seca.


“___Calma calma! Foi só um pesadelo!” – tranqüilizou-me Marechal. Suando em bicas tomei um delicioso canecão de água e estalei o beiço. Depois corri até o córrego Cubatão, ornamentado pelo morro cheio de frondosas árvores e comecei a aplaudir e a dançar delirantemente. Daí veio o SARE para internar-me, achando que eu estava louco. Mas LOUCO mesmo é quem desperdiça água, sem pensar no dia de amanhã, pois ÁGUA É VIDA!

O Dreamer


BALÃO

Pensava na morte de João Paulo II, cujo fato a mídia internacional vem dando destaque por esses dias, e refletindo que é uma perda para toda a humanidade, comentei com o meu Botão:

____Marechal veja a reação das multidões emocionadas na despedida do Papa, lideranças do mundo inteiro, até mesmo não cristãs, falam dele com admiração e respeito. Pessoas carismáticas assim, não deveriam morrer... não deveriam ir embora nunca ! – exclamei.

O Velho Botão, que assistia a TV, sentado na beira do meu bolso, diante da minha comoção comentou:
____Mas o Papa João Paulo não morreu e nem se foi...

____Ah! Marechal, Marechal! Que bom seria, se você estivesse certo, mas a morte não perdoa ninguém, meu amigo: bons ou maus, santos ou pecadores, ricos ou pobres, famosos ou no anonimato, ninguém consegue driblá-la...

___Você se lembra dos balões que na sua infância se soltava, nas festas juninas? Perguntou-me.

___Lembro-me sim, eles eram enormes e coloridos, daí ia subindo no azul do céu, e me doía o pescoço de ficar olhando, até que ele virava um pontinho branco na imensidão do azul, depois disso, mesmo com grande esforço que fazia lacrimejar os olhos, perdia-se de vista, por causa da enorme distância.--- respondi, evocando essa lembrança da minha meninice.

___ Pois é, mas isso não significava que os balões morriam ou se iam, não é?

___De forma alguma! Apenas a gente o perdia de vista, mas sabia que eles estavam lá, em algum lugar do infinito, do mesmo tamanho e cores com que tinha subido!

Marechal ficou em silêncio, voltamos a ver a TV no momento em que passava algumas imagens do Papa, em visita ao Brasil, no auge do seu vigor físico, com a multidão cantando emocionada a conhecida saudação “A bênção, João de Deus”, e então o velho Botão arrematou:

___Homens do quilate de João Paulo II, nunca morrem ou se vão, simplesmente a humanidade os perde de vista, porque eles mergulham na imensidão do maravilhoso “Céu” que construíram nessa vida, quando lutaram de maneira obstinada por um mundo de Justiça, Fraternidade e Paz!

O Dreamer


RESSUREIÇÃO

Observando o povo, que na semana santa, principalmente na sexta feira da paixão, lota as igrejas para celebrar a paixão e a morte de Cristo, comentei:

___Veja Marechal, as pessoas participam com muita piedade e fervor das cerimônias religiosas dessa semana, principalmente da procissão do Senhor morto e do teatro da paixão, encenado pelos jovens.

O Velho Botão reparou na massa que lotava a igreja naquele dia, e argumentou:
___É bonito ver a devoção e o sentimento religioso desse povo, mas é necessário que se tenha olhos e sentimentos de compaixão com o Cristo sofredor e agonizante de hoje.

Fingindo ingenuidade, retruquei:
___Mas Marechal, pelo que sei, Jesus sofreu tudo isso há dois mil anos atrás. Ele até já ressuscitou!

Então o velho Botão apontou-me uma área verde, onde crianças nuas brincavam em uma valeta de esgoto, muito magrinhas aparentando desnutrição, e comentou:
___Pois eu garanto que Jesus continua hoje a percorrer os mesmos caminhos do calvário, nos famintos e miseráveis, que são marginalizados pela sociedade.

___Olha Marechal, acho que você tem razão, o drama do calvário acontece no quotidiano, bem diante do nosso nariz. Mas o que é que se pode fazer, de imediato?

Naquele momento chegou alguns vicentinos, trazendo cestas básicas e guloseimas de chocolate para as crianças, junto com lanches especiais do dia de Páscoa.

___Observe bem o que vai acontecer... --- disse o Botão.

Uma mulher vicentina tomou no colo uma das criancinhas, limpou o nariz, ali mesmo colocou-lhe uma roupinha que alguém havia doado e deu-lhe a comer o lanche e o chocolate, e naquele rostinho marcado pela fome e tristeza abriu-se um belo sorriso. A mãe veio buscá-la toda feliz, portando uma sacola com alguns alimentos repartidos de uma cesta com outra família.

___Jesus acabou de ressuscitar aqui na área verde! Na verdade, sem a prática do amor e caridade para com esses pequenos, as celebrações da Semana Santa correm o risco de se tornarem vazias e sem nenhum sentido. – concluiu Marechal.

O Dreamer


ERVAS DANINHAS

Tem dias em que o Marechal acorda com o “ovo atravessado” e então evito debater com ele, para não ter que ouvir um “discurso”. Assim foi um dia desses, quando passamos do amanhecer à tardinha sem trocar uma só palavra. Ao ir à escola, tendo acabado de ouvir no rádio do carro um programa de esporte, ao começar o prefixo da “Voz do Brasil” desliguei rapidamente o rádio.

___ Por que desligou o aparelho? ---- indagou Marechal, que já tinha subido à beira do bolso para ouvir o programa.

___ Ah Marechal, eu é que não vou ouvindo essa baboseira de Brasília! --- respondi seco, sem perceber que estava mexendo com vespeiro.

O Velho Botão ajeitou os óculos e começou seu discurso:
___ Está aí uma grande falha de sua parte, o governo cumpre o seu papel, fazendo chegar, com esse programa, a todo povo, as informações e notícias que permitem ter uma melhor idéia do desempenho daqueles que governam a nação, seja no Legislativo ou no Executivo.

____Mas marechal, esse comportamento é comum no povo brasileiro, ninguém toma conhecimento do que acontece nas esferas governamentais, nem mesmo da cidade. Os munícipes, por exemplo, raramente vão a uma seção da câmara e conheço cidadãos que nunca se quer pisaram na câmara e nem fazem idéia da função de um vereador.

O Botão ficou um pouco pensativo e começou a morder uma das perninhas do óculos mas pouco depois voltou à carga e perguntou:
____ Na sua casa tem um pequeno jardim, nota-se que só tem flores e plantas ornamentais. O que você faz para manter a qualidade do mesmo?

____Ah! Fico sempre de olho, arrancando as ervas daninhas que insistem em dar no canteiro. - O Velho Botão gesticulou a cabeça concordando e arrematou:

____ Manter-se permanentemente bem informado sobre a atuação dos homens públicos a nível federal, estadual e municipal, irá lhe permitir “arrancar” em cada pleito, as ervas daninhas que insistem em infestar a nossa política em todas as esferas.

O Dreamer



ESTA PÁGINA É DEDICADA A CRIAÇÃO DO DIÁCONO JOSÉ DA CRUZ.



QUE DEUS ABENÇOE A TODOS NÓS!

Oh! meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno,
levai as almas todas para o céu e socorrei principalmente
as que mais precisarem!

Graças e louvores se dê a todo momento:
ao Santíssimo e Diviníssimo Sacramento!

Mensagem:
"O Senhor é meu pastor, nada me faltará!"
"O bem mais precioso que temos é o dia de hoje!    Este é o dia que nos fez o Senhor Deus!  Regozijemo-nos e alegremo-nos nele!".

( Salmos )

.
ARTE E CULTURA
RELIGIÃO CATÓLICA
Ajuda à Catequese
EVANGELHO DO DIA
ANO DA EUCARISTIA
AMIGOS NPDBRASIL
COM MEUS BOTÕES
LIÇÕES DE VIDA
Boletim Pe. Pelágio
À Nossa Senhora
Orações Clássicas
Consagrações
O Santo Rosário
Devoção aos Santos
Fundamentos da Fé
A Bíblia Comentada
Os Sacramentos
O Pecado e a Fé
Os Dez Mandamentos
A Oração do Cristão
A Igreja e sua missão
Os Doze Apóstolos
A Missa Comentada
Homilias e Sermões
Roteiro Homilético
Calendário Litúrgico
O ANO LITÚRGICO
Padre Marcelo Rossi
Terço Bizantino
Santuário Terço Bizantino
Santuario Theotókos
Mensagens de Fé
Fotos Inspiradoras
Bate-Papo NPD
Recomende o site
Envie para amigos
 
Espaço Aberto
 
MAPA DO SITE
Fale conosco
Enviar e-mail
Encerra Visita
 

 


Imprimir

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VOLTA AO TOPO DA PÁGINA...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VOLTA AO TOPO DA PÁGINA...


Voltar
Página Inicial |Arte e Cultura | Literatura | BOLETIM MENSAL

Parceiros | Política de Privacidade | Contato | Mapa do Site
VOLTA AO TOPO DA PÁGINA...
Design DERMEVAL NEVES - © 2003 npdbrasil.com.br - Todos os direitos reservados.